top of page

Saiba o que é lombociatalgia e como tratar





A grande exposição a sobrecargas ao longo da vida e o próprio processo natural de degeneração da coluna vertebral podem causar uma série de doenças. Uma delas é a lombociatalgia. Conheça quais são suas causas, os sintomas característicos e como é o tratamento nesse conteúdo da FisioResolut.


O que é a lombociatalgia?


A lombociatalgia é caracterizada por uma dor irradiada, com sensação de formigamento, choques, tensão muscular ou rigidez que começa na região lombar e vai até os membros inferiores seguindo o trajeto do nervo ciático. Por isso, a doença é popularmente conhecida como "dor no ciático". Vale ressaltar que o nervo ciático começa nas raízes nervosas que estão na coluna lombar, segue pela região glútea, posterior de coxa, até a perna e o pé.

Além da dor na região lombar, quem sofre de lombociatalgia ainda pode apresentar outros sintomas como, limitação de movimento, tensão muscular, rigidez matinal, alteração de sensibilidade e perda de força na perna ou no pé. A sensação do paciente pode ser de que a coluna está travada, sendo caracterizada de forma aguda, durando de quatro a seis semanas, ou crônica, quando perdura por um tempo maior.


O que provoca a lombociatalgia?


A lombociatalgia pode ser causada por variados fatores, um dos principais é a hérnia de disco. As vértebras são separadas entre si pelos discos intervertebrais, que são essenciais para a absorção do impacto que a coluna vertebral recebe no dia a dia. No entanto, os discos podem sofrer desidratação ou o seu núcleo sair da posição certa. E quando acontece o deslocamento do núcleo, pode haver compressão do nervo ciático no local. Assim, a dor é irradiada durante o trajeto do nervo.


Uma outra causa a ser citada é a estenose do canal vertebral. Aqui há o estreitamento do canal da vértebra e o nervo ciático também pode sofrer compressão, o que leva à lombociatalgia. A estenose pode acontecer por motivo genético ou pode ser adquirida, estando relacionada ao envelhecimento. A lombociatalgia ainda pode acometer pacientes que apresentem espondilolistese. Esse quadro é caracterizado pelo escorregamento de uma vértebra sobre a outra.


Há várias outras causas relacionadas à lombociatalgia: sedentarismo, levantamento de peso de forma inadequada, tumores e postura incorreta ao realizar atividades repetitivas, por exemplo.


Como tratar a lombociatalgia


A Fisioterapia pode ajudar muito no tratamento das dores ciáticas. Em casos mais agudos pode envolver o uso de fármacos, e para todos os casos, a prática de fisioterapia ajuda no alívio da compressão, além de conferir mais mobilidade e força muscular para o paciente.


Na avaliação vemos a necessidade de intervenção para cada paciente, mas técnicas como mobilizações do nervo ciático, mobilizações das vértebras, aparelhos para o controle da dor e inflamação, educação em dor, além de exercícios de melhora da mobilidade, fortalecimento do CORE e quadril e treino de gestos funcionais, são indicados para esses pacientes.

As condutas de tratamento da lombociatalgia também podem incluir a realização de Osteopatia, reeducação postural, quiropraxia e acupuntura como complementos do tratamento.


Você já tem o diagnóstico em mãos e quer começar já a tratar a lombociatalgia? Agende aqui a sua avaliação com a FisioResolut! Nós indicamos o melhor caminho e a técnica ideal para ser seguida de acordo com a sua dor e o tipo de lesão que você apresenta. Não perca tempo e entre em contato conosco!




bottom of page